Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Atos terroristas no domingo (8) em Brasília desafiam instituições nacionais

Vestidos com a camiseta da Seleção Brasileira de Futebol e com bandeiras do Brasil nas costas, vândalos invadiram no domingo (8/01), os prédios do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do STF (Supremo Tribunal Federal), quebrando vidros, cadeiras e destruindo tudo o que encontravam pela frente. Inconformados com a derrota de Bolsonaro nas eleições de 2022, os baderneiros levavam faixas e cartazes exigindo a volta dos militares ao poder e atacaram as instituições nacionais.

Apesar de ter sido avisado da manifestação, anunciada amplamente nas redes sociais nos últimos dias, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB|) não tomou nenhuma atitude para impedir a depredação dos prédios públicos, o que levou o presidente Lula (PT) a decretou intervenção federal na segurança pública do DF até o dia 31 de janeiro. Na madrugada desta segunda-feira (9), o ministro do STF, Alexandre de Morais, determinou o afastamento de Ibaneis do cargo por 90 dias para que seja investigada a conduta dele diante dos fatos.

As cenas deprimentes chamaram a atenção de líderes de um grande número de nações, que enviaram mensagens ao governo brasileiro prestando solidariedade e ressaltando a importância de preservar democracia no País, bem como o reconhecimento dos resultados nas urnas.

Diversas entidades também divulgaram comunicados repudiando os atos de terrorismo registrados em Brasília (DF). A Direção da CUT divulgou Nota Oficial repudiando o vandalismo contra os prédios dos três poderes em Brasília. “A CUT defende incondicionalmente a democracia e o Estado Democrático de Direito e conclama a todas as organizações do movimento sindical, sociais e da sociedade civil organizada a também defender a democracia e o respeito às regras democráticas”, destacou a Nota da CUT.

Também em Nota Oficial, a Fetec-CUT/PR condenou a manifestação de bolsonaristas ocorrida no Distrito Federal, classificando os mesmos como “atos terroristas. Leia a Nota no endereço https://www.fetecpr.org.br/2023/01/08/fetec-condena-ataques-terroristas-em-brasilia/

Bolsonaristas depredaram os prédios dos três poderes – Fotos: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“Nazistas fanáticos”

O presidente Lula comentou os atos com jornalistas que cobriam sua visita à cidade de Araraquara (SP), pouco antes de assinar o decreto. “Vocês devem ter acompanhado a barbárie que aconteceu em Brasília hoje. Nós chamamos essas pessoas de tudo que é abominável na política invadiram a sede do governo, do Congresso e da Suprema Corte. Nós achamos que houve falta de segurança. Todas as pessoas que fizeram isso serão encontradas e punidas. Vão perceber que a democracia garante direito de liberdade e livre expressão, mas exige que as pessoas respeitem as instituições.”

“Os vândalos, que poderíamos chamar de nazistas fanáticos, de fascistas fanáticos, fizeram o que nunca foi feita na história do país. A esquerda brasileira já teve gente torturada e morta, e vocês nunca leram movimento de esquerda invadindo Suprema Corte, Congresso ou Planalto. Não há precedente no que fizeram. Vamos descobrir quem são os financiadores dos vândalos que foram a Brasília. Pagarão com a força da lei pelo gesto antidemocrático”, declarou.

Fonte: CUT Nacional

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]