Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Brasil perdeu US$ 11 bi com Lava Jato e o golpe de 2016

Assim como um estudo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), feito a pedido da CUT,  apontou para os efeitos negativos com as perdas de 4 milhões de empregos e de R$ 172,2 bilhões de reais em investimento no período de 2014 a 2017, mais um levantamento mostra o resultado nefasto da Operação Lava Jato, conduzida pelo ex-juiz e senador eleito, Sérgio Moro (União Brasil- PR), cuja intenção principal era a de retirar Lula da corrida presidencial de 2018 e eleger Jair Bolsonaro (PL).

O novo levantamento feito pelo advogado Evaristo Pinheiro, ex-diretor jurídico da Odebrecht e ex-presidente do Sinicon (Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada-Infraestrutura), mostra que os efeitos da Lava Jato e do golpe contra a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT), em 2016, fizeram com que as principais construtoras brasileiras perdessem participação no mercado mundial de exportação de serviços de engenharia.

De acordo com o site Poder360, que publicou a informação do advogado, o Brasil tinha só 0,5% do mercado global deste segmento em 2020, ante 3,2% em 2015. Dilma foi impedida de governar a partir de 2014, quando seu vice, Michel Temer (MDB), passou a sabotá-la, com o apoio do então presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Ela acabou deixando formalmente o poder em 12 de maio de 2016.

“Em 2020, o ano dos dados mais recentes, o total atingiu US$ 420 bilhões, o equivalente a R$ 1,4 trilhão. O Brasil chegou a ter 3,2% desse mercado, em 2015, quando o total era maior: US$ 500 bilhões (R$ 2,7 trilhões). Se mantivesse a mesma fatia de participação, o país teria exportado US$ 11 bilhões a mais em 2020, segundo estimativa de Pinheiro”, ressalta a reportagem.

O estudo aponta, ainda, que a redução das exportações dos serviços de engenharia chegou a 85% entre 2015 e 2020, sendo afetada pela redução das linhas de crédito que variaram de 83% a 91%.

“Todos os países que têm maior participação no mercado fazem isso. Os benefícios são grandes, porque, além dos serviços, as obras levam à exportação de produtos de alto valor agregado”, afirmou Pinheiro, segundo a reportagem. Em 2020, a liderança no segmento era ocupada pela China, com 26% do mercado, com a Espanha logo em seguida, com uma participação 15%.

O que diz o estudo do Dieese 

Intitulado de “Implicações econômicas intersetoriais da operação Lava Jato”, o estudo publicado em março do ano passado, mostrou que Brasil perdeu R$ 172,2 bilhões de reais em investimento no período de 2014 a 2017.

O montante que o país perdeu em investimentos é 40 vezes maior do que os recursos que os procuradores da força-tarefa da lavo jato do Paraná anunciaram ter recuperado e devolvido aos cofres públicos.

Cerca de 1,1 milhão de postos de trabalho foram extintos. Mas os reflexos também se estendem a outros setores como comércio e serviços, transportes, alimentação e até mesmo, indiretamente, nos serviços domésticos.

Com os impactos negativos da redução de investimentos e do emprego, a massa salarial foi reduzida em cerca de R$ 85 bilhões.

“São 85 bilhões que poderiam ter circulado na economia, movimentando o comércio, gerando mais empregos e renda”, disse à época, o diretor-técnico do Dieese, Fausto Augusto Júnior.

Confira os impactos negativos da Operação Lava Jato por setor

Estudo Dieese
Ele ainda acrescentou que ” se investimentos tivessem sido feitos, nosso PIB poderia ter sido maior e hoje a economia seria diferente”.

Perdas no Produto Interno Bruto (PIB)

Estudo Dieese

Por Brasil 247, com edição de Rosely Rocha/CUT Nacional

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]