Skip to content Skip to footer

Campanha Nacional d@s Bancári@s vai estimular economia com cerca de R$ 14,2 bilhões

As conquistas da categoria bancária na Campanha Nacional 2022 ajudarão a economia do País, com a injeção de um total adicional estimado em R$ 14,2 bilhões, até o próximo acordo ser fechado, em agosto 2024. Esse montante de recursos engloba reajuste salarial e dos vales alimentação (VA) e refeição (VR), abono e PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

O reajuste salarial de 8%, representa um acréscimo anual de cerca de R$ 4,2 bilhões na economia brasileira, com elevação da massa salarial da categoria para R$ 56,4 bilhões ao ano. A PLR sozinha colocará em circulação outros R$ 8,7 bilhões até março de 2023, sendo R$ 4 bilhões já neste mês de setembro, com o pagamento da antecipação.

Estímulo ao setor de alimentos

O reajuste no VA e no VR, de 10%, será responsável por uma quantia adicional de R$ 932 milhões, que eleva o montante desses benefícios a R$ 10,3 bilhões anuais. O abono no VA de R$ 1.000 será responsável pela introdução de outros R$ 457 milhões na economia.

Todos os recursos referentes a esses direitos específicos, por sua destinação dirigida, estimulam diretamente os setores produtivos e de serviços relacionados a alimentos, que envolve em sua cadeia, setores como a produção agropecuária, logística e transportes, supermercados, bares e restaurantes, entre outros.

Força econômica da categoria

Esses dados foram levantados em estudo feito pela subseção do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) na Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), feito com base na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), de 2019, nos balanços dos bancos e na estimativa de 8,83% para o INPC da data base da categoria.

De acordo com o economista do Dieese, Gustavo Cavarzan, “os ganhos da categoria são importantíssimos para recompor o poder de compra das bancárias e dos bancários em um cenário econômico complicado, marcado principalmente pela alta dos preços dos alimentos, mas também para estimular a economia brasileira como um todo”. O economista observa, ainda, que “o dinamismo de nossa economia é fortemente determinado pelo mercado interno, que depende de empregos de qualidade e de remuneração crescente e, neste sentido, a Campanha Nacional da categoria bancária contribui para estimular inúmeros outros setores econômicos como comércio, restaurantes e supermercados, com os bilhões que já estão sendo injetados na economia”.

Os novos números, que já incorporam os ganhos de bancárias e bancários com a Campanha Nacional 2022, indicam que a categoria é responsável por movimentar nada menos de R$ 75,8 bilhões, em massa salarial, VA, VR, abono e PLR. Esse volume financeiro mostra sua relevância para o país, não apenas pelos serviços que presta à sociedade, como também pela presença no sistema econômico brasileiro pela sua força de consumo.

O secretário de Assuntos Socioeconômicos da Contraf-CUT, Walcir Previtale, avalia que “a Campanha Nacional da categoria bancária é a maior e mais importante negociação salarial do País, envolvendo trabalhadores e trabalhadoras de todos os municípios brasileiros, de bancos públicos e privados”. Como ressalta Walcir, “as conquistas salariais, nos tickets refeição e alimentação e na PLR irão ajudar o Brasil a enfrentar essa grave crise econômica que passamos atualmente, com aumento de preços, deterioração do mercado de trabalho, estagnação econômica. Como sempre, a classe trabalhadora mostra que sua valorização significa mais demanda na economia e consequentemente mais emprego e renda para o Brasil”.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2022 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]