Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Cassi inicia série de encontros voltados às pessoas com deficiência

A Cassi (Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil) deu início, na última quarta-feira (16/08), na sede da instituição em Brasília, a uma série de encontros do projeto “Conferência Cidadã – uma Cassi mais inclusiva“, voltado às PCDs (pessoas com deficiência).

Nos próximos meses, estão previstas as fases de conferências estaduais, oficinas técnicas, consulta aberta e conferência nacional. “A Cassi está se propondo a ouvir os associados, nesse primeiro momento, para entender quais são as dificuldades das pessoas com deficiência, em cada região. Afinal, duas pessoas, por exemplo, uma na zona rural, outra na cidade, podem até ter a mesma deficiência, mas a realidade do espaço onde vivem pode resultar na necessidade de tratamentos diferentes para cada uma delas”, explicou o funcionário do BB e secretário-geral da Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), Gustavo Tabatinga Junior, que participou da abertura da conferência, em Brasília.

Em nota, a Cassi destacou que os encontros, que têm como objetivo escutar as PCDs para aumentar a eficiência dos atendimentos a esse público, são abertos para todas as associadas e todos os associados.

“Nós concordamos com esse método da conferência, de primeiro ouvir as demandas dos associados, para depois construir soluções. E convidamos todos e todas a acompanharem, no site da Cassi, as datas das próximas conferências, para que participem e ajudem a construir uma Cassi melhor, que realmente atenda aos anseios dos associados”, observou Tabatinga.

A abertura da conferência contou ainda com a participação da titular da vice-presidência corporativa do Banco do Brasil, Ana Cristina Garcia. “Cuidar das pessoas com deficiência, incluí-las na sociedade também faz parte das ações estratégicas que a presidente Tarciana Medeiros trouxe ao assumir a estatal. É muito importante termos a Cassi e o banco alinhados em trabalhos tão importantes e voltados para a sociedade”, defendeu.

O presidente da Cassi, Claudio Said, destacou ainda que o projeto está dentro do objetivo da entidade de promover a saúde, evitando o adoecimento, “com melhorias em seus serviços ofertados, principalmente, por meio das CliniCASSI com a Atenção Primária à Saúde”.

Avaliação de associada

“Como mãe de pessoa com deficiência, fico feliz com a iniciativa e tenho grandes expectativas de que haja um aprimoramento dos processos de atendimento a esse público, cumprindo o objetivo primário da Cassi, que é prover saúde integral aos funcionários do BB e seus dependentes”, avaliou a funcionária do BB e associada à Cassi, Bianca Garbelini. “É essencial ouvir as próprias PCDs e as famílias de PCDs menores ou que necessitam de maior suporte. É a máxima ‘nada sobre nós, sem nós’ sendo colocada em prática”, pontuou.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]