Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

COE negocia com Bradesco demandas específicas

Integrantes da COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Bradesco se reuniram com representantes do banco na segunda-feira (14/11), de forma virtual, para negociar o plano de saúde e odontológico, teletrabalho, fechamento de agências, demissões, auxílio academia e financiamento diferenciado para instalação de energia solar fotovoltaica.

Participaram deste debate dirigentes de nove Federações de Bancários do País e representantes dos Departamentos de Recursos Humanos e Relações Sindicais do Bradesco. Pelo Paraná esteve nesta reunião o secretário de Administração do Sindicato de Londrina e representante da Fetec-CUT/PR na COE Bradesco, Valdecir Cenali.

Na discussão sobre o plano de saúde e odontológico ficou acertada a retomada do projeto das necessidades emergentes, afim de melhorar o atendimento, principalmente, nas cidades do interior, ampliar o credenciamento de médicos e de clínicas que atendem pelo plano.

Em relação ao teletrabalho, os representantes do banco afirmaram que este sistema foi implementado nos departamentos após o final da pandemia e que os funcionários e funcionárias que aceitaram o teletrabalho já estão inclusive recebendo a ajuda de custo prevista no acordo. “Está modalidade de trabalho ainda não contempla a rede de agências porque nestes locais é necessário o atendimento presencial ao cliente para não causar prejuízo aos serviços”, explica Valdecir.

Fechamento de agências/demissões

O Bradesco alegou na reunião com a COE estar aproveitando os funcionários de agências encerradas/incorporadas e que demissões ocorrem em equilíbrio com as contratações, redução de caixas eletrônicos são feitas com base no uso das máquinas e isso poderá ser revisto. Sobre segurança nas unidades de negócios, o assunto será tratado no GT (Grupo de Trabalho) de segurança previsto na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) da categoria.

Na negociação sobre o auxílio academia os representantes do banco disseram que será analisada esta reivindicação e que irão dar retorno na próxima reunião, pois trata-se de investimento na qualidade de vida dos trabalhadores.

Energia foto voltaica – o banco atendeu pedido da COE e a partir de agora vai oferecer um financiamento com taxa de 1,73%, com prazo de 60 meses para pagar. Esta taxa é reduzida em relação àquela que está sendo praticada no mercado.

“Já estamos com uma outra reunião agendada para os próximos dias e pretendemos obter novos avanços em relação à minuta específica de reivindicações dos trabalhadores do Bradesco”, relata Valdecir Cenali.

Por Armando Duarte Jr.

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2022 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]