Skip to content Skip to footer

Dirigentes do Vida Bancária se reúnem com o Regional do Bradesco

Dirigentes dos Sindicatos do Vida Bancária (Apucarana, Arapoti, Cornélio Procópio e Londrina) se reuniram na quinta-feira (18/08) com o Regional do Bradesco em Londrina, Norberto Morales, para debater metas que estão sendo impostas aos funcionários e funcionárias.

Segundo o diretor do Sindicato de Londrina e coordenador da COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Bradesco no Paraná, Valdecir Cenali, no encontro foram levantadas as denúncias recebidas pelas entidades sobre os abusos cometidos por gestores, exposição de ranking de produção nas unidades, o que é vetado pela Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, realização pela Regional de teleconferências com gerentes, entre outras demandas.

“O Regional nos atendeu prontamente e se encarregou de fazer reunião com os gerentes para cobrar uma postura de respeito aos funcionários e coibir abusos na cobrança de metas”, relata Valdecir, afirmando que esse tipo de conduta tem provocado o adoecimento nos bancários. “Sobre isso, também falamos que os médicos do banco que realizam exames periódicos ignoram os problemas de saúde dos funcionários, que sempre são considerados aptos ao trabalho apesar de estarem sofrendo complicações psicológicas pelas pressões constantes”.

Participaram da reunião dirigentes dos Sindicatos de Londrina, Arapoti e de Cornélio Procópio

Transferências

Os Sindicatos do Vida Bancária cobraram ainda uma melhor análise do Regional do Bradesco nas transferências que estão dificultando a vida de bancários e bancárias. “Isso, além de aumentar as despesas de deslocamento, oferecem risco nas estradas”, salienta Valdecir Cenali. De acordo com o banco, as transferências para outras cidades são oferecidas e quem não aceita não é perseguido.

No final da reunião, os dirigentes dos Sindicatos lembraram ao Regional do Bradesco que a categoria está em Campanha Salarial e que devido à falta de respostas dos bancos a respeito das reivindicações não está descartada a deflagração de greve nos próximos dias. “Se não tiver uma proposta decente nós vamos parar”, ressalta.

Por Armando Duarte Jr.

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2022 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]