Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

O “NÃO” triunfou na prestação de contas do Banesprev

Após uma longa e criticada espera pela sua divulgação oficial pelo Banesprev (fundo de previdência complementar dos funcionários do Banespa), o resultado da Assembleia Geral Ordinária da entidade seguiu a linha e orientação das entidades de representação na negativa massiva dos números apresentados na prestação de contas. Seguem os números dos votos divididos pelos itens deliberados:

1 – Demonstrações Contábeis

NÃO – 5.998
SIM – 649
SIM (com ressalva) – 68

2 – Proposta Orçamentária

NÃO – 6.021
SIM – 368
SIM (com ressalva) – 53

3 – Plano de Custeio do Plano II

NÃO – 3.452
SIM – 107
SIM (com ressalva) – 13

Confira aqui o documento completo divulgado pelo Banesprev

O anúncio foi feito cerca de 45 horas depois do fim das votações eletrônicas que duraram mais de um mês, em que a chapa “Em defesa do Banesprev” saiu vitoriosa.

Para Rita Berlofa, funcionária do Santander e secretária de Relações Internacionais da Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), o resultado já vinha sendo desenhado há tempos. “Logo na apresentação virtual das demonstrações contábeis feita pelo presidente do Fundo no dia 21 de agosto, os participantes já expuseram o descontentamento com a condução da entidade, sinalizando o voto Não. Foi uníssona a orientação para a negativa no voto pelas associações Afubesp, Afabesp e Abesprev, além das entidades sindicais”, lembrou.

Entre as justificativas recomendadas, estavam o impacto da reprecificação dos ativos à revelia da legislação no balanço de 2022; gasto indevido de recursos do PGA do Plano II para Instituição do Plano CD e a ratificação do balanço feito por um diretor sem legitimidade.

Demora sem precedentes

Para Rita, o resultado é mais um exemplo que “somente a união é capaz de colocar a administração dos recursos nos trilhos e fortalecer a luta contra os ataques do Santander, mostrando que as decisões a respeito do Fundo devem ser feitas pelos verdadeiros donos do patrimônio”.

Mesmo com o resultado favorável às lutas que os banespianos estão travando, a presidenta da Afubesp Maria Rosani registra seu repúdio contra a desmedida demora da diretoria em divulgar as informações no site. “Quero expressar minha indignação com o desrespeito com os banespianos por parte do Banesprev. Não há justificativa, uma vez que as votações do Banesprev foram totalmente eletrônicas”, destaca. O advogado Marcelo Armellini, representante da Afubesp na Comissão Eleitoral, cobrou a divulgação rápida dos resultados – porém, mesmo assim, o Fundo protelou a publicação.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]