Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Sindicatos recebem denúncias de assédio eleitoral nas agências

Não se sabe se é por conta própria ou a mando dos banqueiros, gestores dos bancos estão praticando o assédio eleitoral nas agências das bases do Vida Bancária para que bancários e bancárias votem no atual presidente do País no dia 30 de outubro.

Como já foi divulgado por diversas vezes nos últimos dias, isso é crime, previsto na legislação brasileira, passível de punição para aqueles que estão se utilizando de seu cargo para garantir votos do seu candidato ou do seu patrão.

Segundo o presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco, no Paraná, até a semana passada, o MPT-PR (Ministério Público do Trabalho) recebeu, desde o início da campanha eleitoral deste ano, 50 denúncias contra patrões, gerentes e chefes por assédio eleitoral. “O trabalhador e a trabalhadora têm o direito de votar no candidato de sua preferência, em quem eles acreditam que fará um governo de acordo com seus anseios. Por isso, qualquer tentativa de coação, retaliação ou mesmo crítica à sua posição em relação ao seu candidato deve ser denunciada junto aos canais que estão à disposição do eleitor”, orienta.

Denuncie!
O bancário e bancária que sofrer assédio eleitoral pode fazer sua denúncia, sem revelar sua identidade, pelo site do Ministério Público do Trabalho clicando aqui. Os aplicativos estão disponíveis na Play Store para dispositivos Android ou na App Store para aparelhos com iOS.

Por Armando Duarte Jr.

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2022 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]