Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

TV denuncia caos no atendimento nos bancos e sobrecarga dos bancários em Curitiba

A precariedade no atendimento nos bancos em Curitiba foi denunciada em uma série de reportagens feitas pelo Programa Primeiro Impacto PR, da TV Iguaçu – Rede Massa, filiada ao SBT. Os problemas sofridos por clientes e bancários foram exibidos nos dias 19 e 20, com relatos sobre a demora no atendimento, falta de funcionários e a sobrecarga de serviços para os poucos trabalhadores existentes nos bancos.

A reportagem mostra o desrespeito à Lei Estadual, que determina em 20 minutos o tempo máximo de espera nos bancos em dias normais e de 30 minutos na véspera ou após feriados, além de artifícios utilizados pelas instituições para não registrar nas senhas a demora imposta aos clientes. A matéria da TV destaca o lamento de uma senhora idosa, que após mais de uma hora de espera para receber sua pensão teve que ir embora sem o dinheiro: “Essa humilhação…todo mês eu tenho que vir aqui!”

Ouvida, a coordenadora do Procon em Curitiba, Cláudia Silvano, disse que os bancos estão sujeitos a multas e ao pagamento de indenizações aos clientes que se sentirem prejudicados pela demora no atendimento.

O Programa também entrevistou o presidente do Sindicato de Curitiba, Antônio Fermino, e a secretária de Saúde da entidade, Patricia Carbornal, que apontaram como causa dos problemas o fechamento de agências, demissão de funcionários e aumento dos adoecimentos de bancários, que por isso são obrigados a se afastar do trabalho.

O presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco, afirma que esse problema não é restrito a Curitiba e que está ocorrendo em todo o país em consequência do processo de redução das despesas operacionais pelos bancos. “O objetivo dos banqueiros é aumentar os lucros a qualquer custo sem se preocupar com as consequências disso para a sociedade. Os bancários sofrem com a sobrecarga de serviços e os clientes, que apesar de pagarem tarifas caras, são obrigados a utilizar meios eletrônicos para realizar suas operações ou se submeter a humilhações se precisarem de atendimento presencial”, critica.

Veja nos vídeos a reportagem do Programa Primeiro Impacto PR com o sofrimento da população e dos bancários:

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

Por Armando Duarte Jr. Fonte: Sindicato dos Bancários de Curitiba

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]